11150_0000018a0_c018_Natural-wines1

Vinho ecológico resgata sabor natural da terra

Em busca de vinhos sem o excesso de produtos químicos, está sendo desenvolvida uma nova modalidade da bebida: os vinhos ecológicos. A ideia é não utilizar agrotóxicos no cultivo de uvas, dando assim um sabor mais autêntico. Como cada localidade tem suas especificações, assim também acontece com o gosto dos vinhos: de acordo com a região, o aroma e as especificidades de cada vinho também se diferenciam por detalhes.



Além do não-uso de agrotóxicos, estão ainda para o preparo dos vinhos ecológicos a utilização de adubos orgânicos produzidos por animais, assim como fermentos que tenham sua origem na mesma região do plantio, preservando o sabor do local. São adequadas à produção também práticas alternativas baseadas na fertilizaçãocom materiais de origem orgânica, como a compostagem, os adubos verdes e os resíduos de colheitas.

 

 

O vinho ecológico é um retorno às origens de fabricação, que antigamente, eram feitas de maneira artesanal – e ainda são em algumas pequenas vinícolas. Uma alternativa ainda mais saudável para brindar a nossa bebida preferida!
1946370_4

Vinhos para o Dia das Mães

O Dia das Mães já está aí. No próximo domingo é dia de homenagear a grande estrela da casa, incrementar o cardápio e, claro, pensar naquele vinho especial para fazer bonito na mesa.

E é óbvio que a gente não ia te deixar sozinho numa data tão importante quanto essa. Para dar uma ajuda na hora de escolher o grande destaque do menu de domingo, reproduzimos aqui as dicas do Sommelier Bruno Hermenegildo, consultor do grupo Art des Caves.

Dá só uma olhada nos selecionados:

Beyerskloof Pinotage Rosé Brut
Da região de Stellenbosch, na África do Sul, este espumante é elaborado pelo Método Charmant. Com uma fantástica cor rosa, demonstra toda a competência de Beyers Truter na elaboração de Pinotage de diversos estilos. Harmoniza muito bem com peixes e saladas. Premiadíssimo, possui 3 Estrelas de John Platter. Temperatura de Consumo: de 6ºC a 9ºC.

Beyerskloof Pinotage Rosé
Este Rosé da região de Stellenbosch está entre os melhores custos- benefício da África do Sul. De cor rosa intenso, é um vinho que impressiona pelos aromas de morangos e framboesas frescas, muito delicadas e de ótima persistência. Na boca, é intenso sem ser muito doce, tornando um vinho que pode ser consumido tanto como aperitivo quanto acompanhado de frutos do mar. Possui 3 Estrelas de John Platter. Harmoniza perfeitamente com peixes e aves. Temperatura de Consumo: de 8ºC a 10ºC.

Juno Rosé
Da região de Paarl, na África do Sul, este rosé de cor rosa claro é fresco e vivaz. Com um corte pouco comum, utiliza uvas como Grenache e Zinfandel. Com excelente acidez e ótima persistência, é um vinho para ser apreciado com frutos do mar ou até mesmo com queijos de massa mole como o Brie. Possui 87 Pontos e Best Buy pela Revista Wine Enthusiast. Temperatura de Consumo: de 14ºC a 16ºC.

Meerendal Sauvignon Blanc
Este branco de Durbanville, na África do Sul, elaborado com a famosa uva Sauvignon Blanc, é sem dúvida um vinho para o verão. Com grande frescor e excelente qualidade olfativa, é um dos rótulos mais consagrados desta uva no país. Para harmonizar, a dica são saladas e peixes. Possui 3 ¹/² Estrelas de John Platter. Temperatura de consumo: 8ºC a 10ºC.

Pinna Fidelis Roble
Se a intenção for presentear com um vinho encorpado, a melhor opção é esse tinto da região de Ribera Del Duero, na Espanha. Elaborado com uvas 100% Tempranillo, tem cor intensa, quase negra, e aromas de morangos, framboesas e leves notas balsâmicas e tostadas. Vai muito bem com massas e carnes vermelhas. Possui 87 pontos no Guia Peñin. Temperatura de consumo: 14ºC a 16ºC.

1 2